Página Inicial







Em Foco
Julho de 2018

Mundo: A igreja em renovação através da força renovadora dos jovens
Por: P.e Eduardo Duque, Professor da Universidade Católica Portuguesa (Braga)



A próxima reunião do Sínodo dos Bispos, que se realizará no Vaticano em Outubro, pode ser um momento extraordinário para ouvir as inquietações da juventude e dizer a cada jovem que a Igreja precisa dele e de que está atenta ao seu percurso.   Uma Igreja que não escuta os seus jovens é uma Igreja sem futuro, porque os jovens são, naturalmente, o elemento motriz e dinamizador do processo de transformação social. Os jovens são os impulsionadores da História, agentes de reforma, de motivação, de esperança e, até mesmo, em alguns casos, sujeitos de grandes manifestações revolucionárias. A título de exemplo, veja-se a força dos jovens entre a década de 50 e 70, em que determinaram uma importante função no desenvolvimento da modernização das estruturas sociais e, rompendo com as estruturas normativas dominantes, assumiram novos valores, novas condutas, marcando novos rumos e abrindo novas perspectivas. A geração jovem surge, nesta época, como mentora de importantes convulsões sociais. Exemplo...

Indique o seu nome de Utilizador e Palavra-chave para obter o texto completo.
Se já é assinante e deseja consultar os destaques on-line peça o Nome de Utilizador e Palavra Passe utilizando este formulário.





Comente esta informação

Imprimir   |   Enviar a um amigo



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados