Página Inicial







Em Foco
Abril de 2019

Nigéria: O gigante continua adormecido
Por: MARGARIDA SANTOS LOPES, jornalista



Caos, violência e uma abstenção recorde marcaram as eleições gerais no país mais populoso de África e o que tem mais pobreza extrema em todo o mundo, apesar da riqueza petrolífera. O presidente, Muhammadu Buhari, ganhou um segundo mandato para governar uma nação ferida por múltiplos conflitos étnicos e religiosos, corrupção crónica e exclusão de milhões de jovens.   A primeira esperança de Jideofor Adibe quando Muhammadu Buhari tomar posse como presidente da Nigéria, em 29 de Maio, é que não perca tempo a formar governo. No início do primeiro mandato, em 2015, demorou seis meses, com isso ganhando o epíteto de Baba-Go-Slow (“Pai Anda Devagar”). «Se voltar a desperdiçar seis meses, o país entra novamente em recessão», avisa o nigeriano Adibe, cientista político, académico, editor e um dos observadores das eleições gerais de Março, em entrevista telefónica à Além-Mar. «Estamos todos à espera de ver se, para o próximo governo, Buhari convidará tecnocratas competentes, e não apenas...

Indique o seu nome de Utilizador e Palavra-chave para obter o texto completo.
Se já é assinante e deseja consultar os destaques on-line peça o Nome de Utilizador e Palavra Passe utilizando este formulário.





Comente esta informação

Imprimir   |   Enviar a um amigo



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados