Página Inicial







Sudão do Sul: Assinado acordo de paz
10 de Maio de 2014

O presidente Salva Kiir Mayardit e o líder rebelde e ex-vice presidente Riek Machar Teny assinaram a 9 de Maio em Adis-Abeba, Etiópia, um acordo de paz para por termo a quase cinco meses de conflitos sangrentos que mataram mais de 20 mil e deslocaram 1,2 milhões de pessoas no Sudão do Sul.

 

Kiir, Machar, o arcebispo católico Paolino Lokudu Loro de Juba e o Arcebispo Primaz da Igreja anglicana no Sudão do Sul Daniel Deng Bul seguraram as mãos em oração na presença de muitas testemunhas minutos antes de os dois líderes discutirem e assinarem o acordo de paz.

 

Os dois líderes concordaram em cessar todas as hostilidades em 24 horas, congelar as forças nas posições atuais e formar um governo de unidade nacional envolvendo as duas fações do SPLM, o partido do poder, os 11 elementos do SPLM que tinham sido presos acusados de promoverem um golpe de estado, os partidos da oposição e a sociedade civil, incluindo as igrejas.

 

Os dois líderes também se comprometeram a operacionalizar o Mecanismo de Monitorização e Verificação da IGAD e criar corredores para facilitar o acesso da ajuda humanitária a todas as populações afetadas pelo conflito.

 

O governo transitório de unidade nacional vai implementar as reformas críticas negociadas através do processo de paz e supervisionar o processo constitucional e orientar o país até às eleições em termos a negociar através de um processo liderado pela IGAD.

 

Kiir e Machar devem reunir-se dentro de um mês sob os auspícios da IGAD.

 

Informações do blogue Jirenna, editado pelo Padre José Vieira.



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados