Página Inicial







Inglaterra: Festa da Sta. Bakhita deve ser de luta contra o tráfico humano
5 de Fevereiro de 2014

Rezar e a se empenhar pessoalmente contra o tráfico humano: este é o pedido que o Presidente do Departamento para as políticas migratórias da Conferência Episcopal de Inglaterra e Gales, Dom Patrick Lynch, dirige a todas as paróquias por ocasião do Dia de oração pelos sobreviventes e as vítimas do tráfico de seres humanos, que a Igreja no Reino Unido celebrará em 8 de fevereiro.

 

O Dia foi convocado pela primeira vez no ano passado por ocasião da Festa da Santa Josefina Bakhita, padroeira do Sudão e ex-escrava, canonizada em 2000 por João Paulo II.

 

O objetivo da Igreja inglesa e galesa – explica Dom Lynch - é fazer do dia 8 de fevereiro uma data fixa para todos os católicos no mundo.

 

A Igreja nos Estados Unidos também aderiu a esta edição, lançando nas últimas semanas várias iniciativas de sensibilização sobre o tema das novas formas de escravidão, em especial durante a Semana nacional das migrações, celebrada de 5 a 11 de janeiro.

 

Em 2013, a Conferência Episcopal, há anos empenhada no tema da migração, promoveu o projeto ”Amistad Movement”, para prevenir e potencializar a luta contra a exploração e o tráfico de seres humanos, fenómeno estritamente ligado à migração.

 

Neste ano de 2014, o tráfico humano será o tema Campanha da Fraternidade, promovida pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil.



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados