Página Inicial







Nigéria: Reforço na segurança das escolas após morte de 43 estudantes
27 de Fevereiro de 2014

O Governo nigeriano anunciou o reforço da segurança em torno das escolas federais, na sequência do ataque segunda-feira, 24 de Fevereiro, que fez 43 mortos entre os alunos de uma escola em Buni-Yadi, no Estado de Yode, no norte do país.

 

O ministro nigeriano da Educação, Nyesom Wike, indicou que ele manterá contacto com os serviços de segurança e com todas as outras partes interessadas a fim de melhorar a segurança em torno de todas as escolas federais.

 

Suspeita-se de que os assaltantes pertencem à seita islamita Boko Haram que, nos últimos dias, multiplicou os seus ataques mortíferos, apesar do desdobramento em massa de tropas visando conter as suas atividades.

 

De acordo com as informações, os atacantes agiram durante a noite, quando os estudantes estavam nos seus dormitórios, e atearam fogo na maior parte da escola. O grupo opõe-se à educação ocidental.

 

A ONU, através do seu Secretário-geral, demonstrou grande preocupação com os ataques a instituições de ensino.

 

Ban Ki-moon disse estar profundamente preocupado com o aumento da frequência e da brutalidade dos ataques contra instituições de ensino no norte da Nigéria.



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados