Página Inicial







Sudão do Sul: Combonianos repensam a missão
21 de Março de 2014

Os Missionários Combonianos da Província do Sudão do Sul estão reunidos em assembleia provincial em Juba de 17 a 22 de Março para repensar a missão no Sudão do Sul, hoje.

 

São 33 padres e irmãos mais três estudantes de teologia que trabalham em diversas missões de evangelização por todo o país juntamente com três convidados da província do Quénia.

 

O encontro importante estava programado para janeiro, mas teve que ser adiado para março devido aos conflitos que foram iniciados em Juba na metade de dezembro de 2013 e que se espalharam rapidamente por outras regiões. A insegurança não permitiu que três missionários de deslocassem de Old Fangak e Ayod para Juba.

 

A assembleia provincial acontece numa semana de eventos muito importantes para a igreja e sociedade sul-sudanesas. O Cardeal Peter Turkson, Presidente da Comissão Vaticana de Justiça e Paz, chegou a Juba para uma visita de solidariedade durante este tempo de guerra e violência. Ele trouxe mensagens de paz do Papa Francisco para o Sudão do Sul. O Cardeal Turkson vai se reunir com as lideranças da igreja, fieis e autoridades do governo.

 

Os Missionários Combonianos incluíram no seu programa um encontro com o Cardeal Turkson.

 

Também nesta semana as negociações de paz serão retomadas em Adis-Abeba, na Etiópia, na esperança de que os conflitos possam ser encerrados.

 

Atentos a estes eventos, os Missionários Combonianos procuram olhar para a sua missão e refletir sobre o caminho a seguir.

 

A missão de Leer foi atacada e saqueada e outras foram afectadas pela guerra civil que começou em 15 de Dezembro.

 

Os missionários também aderiram à campanha quaresmal de 40 dias de jejum e caridade pela justiça e paz e reconciliação no Sudão do Sul e são desafiados a repensar a missão no Sudão do Sul, hoje.



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados