Página Inicial







Roma: Comboniano nomeado Bispo no Uganda
21 de Fevereiro de 2014

O Papa Francisco nomeou na quinta-feira, 20 de Fevereiro, o Padre Damiano Giulio Guzzetti, missionário comboniano italiano, como novo Bispo da Diocese de Moroto, no Uganda. A diocese atende uma população de 470 mil pessoas (metade são católicos), possui 35 sacerdotes e 109 religiosos/as.

 

O Padre Damiano nasceu em Turate, na Itália, em 1959. Entrou para o Noviciado dos Missionários Combonianos em 1983 e fez sua primeira profissão religiosa em 1985.

 

O bispo-eleito foi ordenado padre em 1989 depois de cursar teologia no Uganda e Quénia.

 

Desenvolveu o seu trabalho missionário em várias paróquias da diocese de Moroto entre o povo Karimojong desde 1994 até 2013.

 

Também foi conselheiro da província do Uganda, formador do postulando de Jinja e professor no Centro de Filosofia Rainha dos Apóstolos na mesma localidade.

 

Fazia parte da comunidade comboniana de Venegono, no norte de Itália, desde o ano passado.

 

A diocese de Moroto cobre uma área de quase 15 mil quilómetros quadrados com uma população de 470 mil habitantes. Metade é católica.

 

O padre Guzzetti sucede ao bispo Henry Apaloryamam Ssentongo, que resignou devido ao limite de idade.

 

Há outros dois bispos combonianos no Uganda: Dom Giuseppe Filippi é bispo de Kotido e Dom Giuseppi Franselli de Lira.

 

Há 110 Missionários Combonianos a trabalhar em 28 comunidades, incluindo os padres Germano Serra e José Domingues e o irmão Eduardo Freitas.

 



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados