Página Inicial







Santa Sé: Vaticano condena atentado na Nigéria
18 de Fevereiro de 2014

O porta-voz do Vaticano condenou o atentado que fez mais de 100 mortos numa aldeia do nordeste Nigéria, região particularmente afetada pelos ataques do grupo fundamentalista islâmico ‘Boko Haram’.

 

“É uma situação dramática de terrível e horrível violência, que atinge tantíssimos inocentes, entre eles muitos cristãos”, declarou o padre Federico Lombardi, diretor da sala de imprensa da Santa Sé.

 

O ataque decorreu na madrugada de sábado para domingo numa aldeia do Estado de Borno. Homens de uniforme e armados entraram de carro na aldeia, dispararam sobre as lojas e sobre as pessoas que encontraram.

 

“Rezemos pelas vítimas e esperemos que os responsáveis encontrem caminhos para travar tanta violência absurda”, apela o padre Lombardi.

 

O presidente da Conferência Episcopal Nigeriana, D. Ignatius Ayau Kaigama, disse que este novo ataque não o surpreende porque os terroristas islâmicos têm um plano de ação destinado a “aterrorizar a população”.

 

"Infelizmente, as autoridades até agora falharam em cumprir seu papel de garantir a paz e a segurança aos nigerianos", afirma Dom Kaigama.

 

O arcebispo de Jos acredita que "é preciso ir à raiz do fenómeno: Penso que existam grupos fora da Nigéria que oferecem uma assistência sofisticada para os grupos radicais nigerianos ou existem, dentro da Nigéria pessoas que simpatizam com estes grupos e tornam possível a continuação desses ataques, passando informações ou de outra maneira.”



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados