Página Inicial







Nigéria: Senador denuncia massacre de mais de 100 pessoas
17 de Fevereiro de 2014

Mais de 100 moradores do povoado de Izghe, no estado de Borno (nordeste da Nigéria), foram mortos por homens armados que seriam islâmicos, denunciou um senador da região no domingo, 16 de Fevereiro.

 

"Até agora, segundo informações que recebi de Izghe, 106 pessoas foram mortas pelos agressores, suspeitos de serem combatentes do Boko Haram", disse à AFP o senador Ali Ndume.

   

"Sessenta mortos foram enterrados", declarou o senador Ndume, alertando que "os ataques (do Boko Haram) se tornam, a cada dia, mais frequentes e mais letais".

 

Antes das declarações do senador Ndume, o governador de Borno, Maina Ularamu, havia dito que "segundo as últimas informações, mais de 60 pessoas foram mortas" em Izghe.

   

Um agricultor, que disse ter escapado do massacre, contou que os agressores iam de porta em porta procurar quem quer que fosse.



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados