Página Inicial







Mundo: Mais de 45 mil migrantes arriscaram a vida no Mar Mediterrâneo
29 de Janeiro de 2014

Segundo a Organização Internacional para Migrações (IOM, na sigla em inglês), mais de 45 mil migrantes arriscaram suas vidas no ano passado nas águas do Mar Mediterrâneo.

 

A maioria dos migrantes, 11,3 mil, era da Síria e o segundo maior número dos migrantes, 9,8 mil, tinham como origem a Eritreia. Na sequência, vem a Somália, de onde saíram 3,2 mil pessoas.

 

O principal destino dos migrantes foi a Itália, onde chegaram 42,9 mil pessoas, principalmente na Sicília. Outras 2,8 mil foram para a ilha de Malta e muitas chegadas aconteceram na ilha de Lampedusa.

 

Segundo a IOM, 8,3 mil migrantes eram menores, sendo que a maioria estava desacompanhada dos pais. A onda de fuga para o Mediterrâneo foi motivada por "pessoas escapando de guerras e de regimes opressores", destaca a organização.

 

Nos últimos 20 anos, mais de 20 mil pessoas morreram tentando alcançar a costa italiana, sendo 700 vítimas somente no ano passado.



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados