Página Inicial







Sudão do Sul: Cardeal pede que políticos deixem interesses pessoais de lado
21 de Janeiro de 2014

O Arcebispo de Cartum, Cardeal Gabriel Zubeir Wako, lançou um apelo aos líderes políticos do Sudão do Sul para irem além de seus interesses pessoais para resolver a crise na qual vive o país.

 

O Cardeal Wako, que se encontra em Juba, capital do Sudão do Sul, para participar da reunião da Conferência Episcopal dos Bispos do Sudão e do Sudão do Sul, convidou os sul-sudaneses a se conscientizarem de que todos são filhos de Deus, e que entre irmãos não se mata.

 

O confronto entre os dois expoentes do partido no governo assumiu uma dimensão étnica envolvendo as duas maiores tribos do país: Dinka e Nuer.

 

Enquanto isso, não obstante as negociações de paz que se realizam na Etiópia, a guerra continua. Os combates estão concentrados em Malakal, capital do Estado do Alto Nilo (nordeste). Em 18 de janeiro, o exército tomou o controle de Bor, capital do Estado de Jonglei (leste). São justamente os dois Estados onde estão concentrados os recursos petrolíferos do país.



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados