Página Inicial







Vaticano: Defender os migrantes dos «mercadores de carne humana»
20 de Janeiro de 2014

No Dia Mundial do Migrante e do Refugiado, celebrado no domingo, 19 de Janeiro, o Papa Francisco agradeceu aos que se colocam ao lado dos migrantes: "Gostaria de agradecer àqueles que trabalham com os migrantes para acolhê-los e acompanhá-los em seus momentos difíceis, para defendê-los daqueles a quem o Beato Scalabrini definia como "os mercadores de carne humana", que querem escravizar os migrantes!"

 

Após a oração do Angelus, o Santo Padre dirigiu uma saudação particular a todos os migrantes e refugiados na Itália e em todas as partes do mundo, neste Dia Mundial a eles dedicado: "Queridos amigos, vocês estão no coração da Igreja, porque a Igreja é um povo em caminho rumo ao Reino de Deus, que Jesus Cristo trouxe para o meio de nós. Não percam a esperança por um mundo melhor! Faço votos de que vocês possam viver em paz nos países que os acolhem, custodiando seus valores culturais de origem."

 

O tema escolhido pelo Papa para a celebração deste dia foi «Os migrantes e refugiados: rumo a um mundo melhor.



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados