Página Inicial







Vaticano: Celebrar o Dia Internacional da Mulher
6 de Março de 2014

O desejo do Papa Francisco de que as mulheres tenham uma presença mais ampla e importante na Igreja serviu como inspiração para a iniciativa “Vozes de fé, tornar visíveis as mulheres invisíveis”. O evento, programado para 8 de março, Dia Internacional da Mulher, será realizado no Vaticano, com o patrocínio da Fundação beneficente Götz Fidel (FGF).

 

Na Filmoteca vaticana, 10 mulheres de vários países vão dar seu testemunho contando suas histórias de vida e de fé. A irmã missionária Azezet Kidane, eritreia comboniana, falará de sua experiência com as mulheres refugiadas na Palestina. Na agenda constam ainda Jocelyne Khoueiry, libanesa, fundadora do movimento leigo “La Libanaise – Femme du 31 Mai”, recém-nomeada membro do Pontifício Conselho para os Leigos, a religiosa Ifediba Caritas Chinwem, que assiste os mais pobres na ilha nigeriana Igbedo e Sabrina Moranti, bailarina e coreógrafa com 9 filhos, catequista em Roma.

 

Segundo Giovanna Abbiati, promotora do evento, “estas mulheres foram escolhidas porque não aparecem nos jornais e são invisíveis nos medias em geral, mas em suas comunidades são verdadeiros agentes de transformação. Podem ser exemplos do que sabem fazer e naturalmente da força da fé, que lhes permite persistir em suas atividades em lugares onde é realmente difícil viver e levar o Evangelho às pessoas”.

 

O encontro terá início às 14h (horário local) e será transmitido ao vivo na página do evento na internet.



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados