Página Inicial







Vaticano: Canonização dos beatos João XXIII e João Paulo II
1 de Abril de 2014

A Santa Sé realizou na segunda-feira, 31 de Março, a apresentação do caminho de preparação para a canonização dos Beatos João XXIII e João Paulo II, a ter lugar em Roma no próximo dia 27 de Abril.

 

No dia 22 de abril, haverá um encontro para os jovens na Basílica de São João de Latrão, com os postuladores das causas dos Beatos Roncalli e Wojtyla. Na noite que antecede a canonização, será feita uma vigília de oração que envolverá as paróquias de Roma. Esses são os dois momentos marcantes que antecedem o grande evento de 27 de abril, "verdadeira festa da fé", conforme sublinhado pela Santa Sé.

 

Para o vigário-geral de Roma, cardeal Agostino Vallini, os Papas João XXIII e João Paulo II foram sobretudo dois “mensageiros da fé, modelos de vida cristã”, símbolos de “esperança” e “proximidade” no meio da humanidade.

 

De João XXIII, o prelado recordou sobretudo “a inspiração, coragem e força” que teve para convocar o Concílio Vaticano II (1962-1965), onde “desafiou com grande fé a Igreja Católica a um processo de renovação”.

 

Quanto a João Paulo II, o cardeal italiano lembrou a “coragem indómita” com que o Papa polaco “liderou a Igreja Católica, durante 27 anos” e a disponibilidade que sempre demonstrou para estar junto das comunidades, em especial das paróquias romanas.

 

O Vaticano recorre também às novas tecnologias para lançar o site “2papisanti” (dois Papas santos), que está ainda em fase de conclusão e onde as pessoas poderão “conhecer a vida, o pensamento e o testemunho de fé dos dois novos santos”.

 

Presente também no Twitter, YouTube, no Facebook e no Instagram, a plataforma vai possibilitar às pessoas consultarem “vídeos, imagens e conteúdos bibliográficos” relacionados com João XXIII e João Paulo e acompanharem todas as “notícias, eventos, informações” à volta da cerimónia de canonização, que deverá contar com a presença de pelo menos cinco milhões de peregrinos.

 

A Santa Sé refere que não há previsões sobre o número de fiéis que participarão da canonização. "Todos estão convidados a participar", frisou Pe. Frederico Lombardi, reiterando que “não há necessidade de bilhetes”.

 

"A celebração se realizará no adro da Basílica de São Pedro e será preparada pela recitação cantada do Terço da Divina Misericórdia, com a leitura dos textos dos dois Papas. Os concelebrantes serão cerca de mil entre cardeais e bispos, e pelo menos 700 os sacerdotes que distribuirão a Comunhão na Praça São Pedro", disse ainda o Diretor da Sala de Imprensa da Santa Sé.



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados