Página Inicial







Mundo: Agricultura lidera no trabalho infantil
12 de Junho de 2012

A «Organização da ONU para a Agricultura e Alimentação» (FAO) alertou para o risco de não ser cumprido o objetivo de eliminação das piores formas de trabalho infantil no mundo até 2016.

 

Numa mensagem alusiva ao «Dia Internacional contra o Trabalho Infantil», celebrado nesta terça-feira, 12 de Junho, a agência pede mais esforços para combater o fenómeno.

 

Mais de 130 milhões rapazes e meninas, entre cinco e 17 anos, estão envolvidos na agricultura, criação de gado, pescas e florestas. De acordo com a «Organização Internacional do Trabalho» (OIT), existem cerca de 215 milhões de trabalhadores infantis em todo o planeta.

 

A OIT defende que grande parte das crianças envolvidas no trabalho infantil exerce tarefas perigosas. Apenas uma em cada cinco é paga.

 

Em 2006 governos, trabalhadores e empregadores concordaram em eliminar o trabalho infantil incluindo as formas perigosas, até 2016. Um plano para o efeito, que destaca a predominância do trabalho infantil, veio a ser aprovado em 2010.



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados