Página Inicial







Sudão do Sul: Que as mulheres se unam para sua proteção
1 de Junho de 2012

A Ministra do «Género e Desenvolvimento Social» de Equatória Central apelou na quinta-feira, 31 de maio, para que as mulheres se unam para proteger a si mesmas e às suas crianças.

 

Maria Apayi Ayiga disse em seu discurso no «Dia de Oração das Mulheres pela Paz», em Juba, que as mulheres precisam se proteger não só contra os abusos dos homens, mas também de outras mulheres.

 

A ministra acrescentou que há mulheres que durante a noite se envolvem em atividades criminosas.

 

A responsável da ONU para a Unidade de Género (UNMISS), Ruth Kibet, reforçou o chamado para que as mulheres ajudem as colegas que estão a sofrer em outros estados, como forma de garantir a paz no Sudão do Sul.

 

Kibet disse que as mulheres devem aproveitar essa oportunidade para pedir o fim da violência contra elas: «Um homem não se casa com uma mulher para espancá-la, mas para amá-la e respeitá-la».

 

«As mulheres do Estado de Equatória Central pedem a Deus para ter paz e para participar das atividades agrícolas na produção de comida», acrescentou.

 

O «Dia de Oração das Mulheres pela Paz» visa promover a paz e a unidade. Esta celebração anual serve principalmente para pedir pela proteção dos direitos das mulheres, homens, meninas e meninos do Sudão do Sul.



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados