Página Inicial







Rio+20: Oração para acompanhar o encontro da ONU
31 de Maio de 2012

Lideranças mundiais e delegações governamentais vão se encontrar no Rio de Janeiro, Brasil, de 20 a 22 de junho de 2012, para a Conferência da ONU sobre o Desenvolvimento Sustentável, chamada de «Rio+20». Vinte anos após a Reunião de Cúpula sobre o Planeta, em 1992, o mundo vai, uma vez mais, se reunir para avaliar onde temos estado e forjar consensos sobre o que mais precisa ser feito para sustentar toda a espécie de vida sobre a Terra. Como indivíduos, instituições e povos, precisamos de uma conversão do coração para preservar e proteger o planeta no presente e para as gerações futuras.

 

«Obediência à voz da Terra é mais importante para nossa felicidade futura que as vozes do momento, os desejos do momento. Nossa Terra está falando conosco e temos que escutá-la para decifrar sua mensagem se queremos sobreviver».

Papa Bento XVI

 

«A Conferência das Nações Unidas sobre o Desenvolvimento Sustentável, no Rio de Janeiro, é uma oportunidade única para esta geração colocar o mundo no caminho de um desenvolvimento mais justo e sustentável»

Ban Ki-moon, Secretário-geral da ONU

 

É nesse espírito que oferecemos esta oração como preparação e acompanhamento da Rio+20. Ela foi inspirada e, em parte, adaptada da Proposta de Declaração Universal dos Direitos da Mãe Terra (especialmente seu preâmbulo e Art. 1.1 e 1.2). Para nos ajudar a ir além de nosso uso habitual da natureza para o desenvolvimento, o Governo Boliviano patrocinou a Conferência dos Povos sobre Mudanças Climáticas e Direitos da Mãe Terra. Na referida Conferência que se realizou em Cochabamba, em 2010, e reuniu grande número de ONGs, os povos indígenas insistiram na linguagem da Mãe Terra e na tomada de consciência de que somos parceiros/parceiras, não dominadores/dominadoras da terra da qual dependemos para viver.

 

Pausa para a Paz 2012

Prece pela Mãe Terra como Ser Vivo

 

Criador e sustento de toda a vida, somos todos/todas parte da Mãe Terra, uma comunidade viva de seres inter-relacionados e interdependentes com um destino comum;

 

Resposta: Ajuda-nos a lembrar de que a Mãe Terra é um ser vivo.

 

Criador e sustento de toda vida, a Mãe Terra é a fonte da vida, nutrição e aprendizado e oferece tudo de que precisamos para o bem viver;

 

Resposta: Ajuda-nos a lembrar de que a Mãe Terra é um ser vivo.

 

Criador e Sustento de toda vida, a exploração, o abuso e a contaminação pelos humanos tem causado enorme destruição, degradação e dilaceramento da Mãe Terra, colocando em risco a vida, tal como a conhecemos hoje;

 

Resposta: Ajuda-nos a lembrar de que a Mãe Terra é um ser vivo.

 

Criador e sustento de toda vida, numa comunidade viva e interdependente, não é possível reconhecer apenas os direitos dos seres humanos sem causar um desequilíbrio no seio da Mãe Terra;

 

Resposta: Ajuda-nos a lembrar de que a Mãe Terra é um ser vivo.

 

Criador e sustento de toda vida, a capacidade regenerativa de nosso planeta é finita e nós, humanos, devemos reexaminar nosso padrão de consumo e de produção para salvaguardar a vida na Mãe Terra para as futuras gerações;

 

Resposta: Ajuda-nos a lembrar de que a Mãe Terra é um ser vivo.

 

Criador e sustento de toda vida, para garantir os direitos humanos é necessário reconhecer e defender os direitos da Mãe Terra e de todos os seres vivos;

 

Resposta: Ajuda-nos a lembrar de que a Mãe Terra é um ser vivo.

 

Criador e sustento da vida, há uma urgência de ações coletivas decisivas para transformar as estruturas e sistemas que constituem ameaças de qualquer espécie à Mãe Terra;

 

Resposta: Ajuda-nos a lembrar de que a Mãe Terra é um ser vivo.

 

Oração Final

 

Oh! Sabedoria e Compaixão, na comunidade da vida, à qual pertencemos, é a Mãe Terra que sustém, comporta e alimenta todos os seres. Pedimos tua bênção sobre as lideranças, delegados e delegadas oficiais que se reunirão no Rio de Janeiro para a Conferencia das Nações Unidas sobre o desenvolvimento sustentável, em junho deste ano. Inspira, guia e encoraja-os para que reconheçam que os desafios centrais do desenvolvimento sustentável é o reequilíbrio, como parceiros iguais, da ecologia, economia e equidade, sobretudo tendo em vista as pessoas que vivem em situação de pobreza, de modo que toda vida na Terra seja igualmente respeitada e protegida como o mais precioso dom que recebemos de Ti.

Abre bem os corações de todos/todas que participarão na Rio+20, de modo que possamos ouvir e valorizar os conhecimentos uns dos outros, cientes de que o bem estar de toda a vida no planeta depende de nossa interdependência e de nossa verdadeira harmonia com a natureza. Fortaleça as vozes de muitas mulheres e homens, parte da sociedade civil que tem uma preocupação apaixonada e sincera pela saúde do planeta. Dá a todos/todas nós a coragem de acolher teu dinâmico Espírito, para que possamos dirigir nossos corações e ações ao bem-estar de nossa generosa Mãe Terra.

Amém!



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados