Página Inicial







Sudão: Associações africanas pedem fim da guerra
25 de Janeiro de 2013

Chega de guerra entre o exército sudanês e o SPLM-N (Movimento de Libertação do Povo Norte-Sudanês) no Kordofan do Sul e no Nilo Azul. Este é o apelo lançado por 350 grupos da sociedade civil africana na vigília do encontro da União Africana dedicado ao Sudão, que começa hoje, 25 de janeiro, em Addis Abeba (Etiópia).

 

Em seu apelo, a coalizão da sociedade civil diz que há mais de 18 meses que cerca de 700 mil civis, a maioria mulheres, crianças e idosos, vivem em condições precárias nos territórios nas mãos dos rebeldes em Kordofan do Sul e Nilo Azul, submetidos a bombardeios da aviação sudanesa.

 

A coalizão convida os líderes africanos a uma ação decisiva e firme para acabar com a violência e evitar perder uma geração inteira de crianças. Os signatários pedem o cessar das hostilidades, a possibilidade de levar assistência humanitária sem vínculos a todos os civis que precisam, e negociações diretas entre as duas partes para resolver pacificamente suas controvérsias.



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados