Página Inicial







Brasil: Igreja solidária com vítimas da tragédia que matou 231 jovens
28 de Janeiro de 2013

O Presidente da CNBB, Cardeal Dom Raymundo Damasceno Assis, se une ao Arcebispo de Santa Maria (RS), Dom Hélio Adelar Rupert, que manifestou solidariedade às famílias das vítimas de um incêndio em uma casa noturna da cidade.

 

«Como Igreja de Santa Maria lastimamos este acidente e manifestamos a nossa solidariedade às famílias e a toda a sociedade. Não se perca a esperança: olhemos para Jesus Cristo, fonte da vida, o nosso Salvador. Oramos pelos falecidos e seus familiares e toda a sociedade que sofre esta tragédia», afirmou dom Hélio.

 

Também em nome da Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, da coordenação da Jornada Mundial da Juventude Rio 2013 e do regional Leste I da CNBB, o Arcebispo Metropolitano do Rio de Janeiro, Dom Orani João Tempesta, divulgou uma nota expressando dor e pesar pela tragédia ocorrida na cidade de Santa Maria, no Rio Grande do Sul, onde perderam a vida 231 pessoas, a maioria jovens.

 

A nota diz que «em solidariedade ao acontecimento trágico, transformamos um evento para jovens programado para este domingo a tarde em momento de oração e sufrágio pelas almas dos jovens e outras pessoas falecidas. Sentimo-nos, como preparadores da Jornada Mundial da Juventude, evento que reunirá jovens de todo o mundo, tristes por esses jovens e outras pessoas que foram ceifadas de forma trágica da vida. Esperamos que o Senhor Ressuscitado, vencedor da morte, possa ser o consolo e a esperança neste momento de sofrimento e dor», conclui a nota.

 

O número de mortos no incêndio na boate Kiss em Santa Maria (286 km de Porto Alegre), no centro do Rio Grande do Sul, foi corrigido para 231, segundo o Batalhão de Operações especiais da Brigada Militar. Entre os mortos estão 119 homens e 112 mulheres, além de 131 pessoas feridas, sendo 116 ainda internadas. Esta é considerada a maior tragédia no Estado. O fogo começou por volta das 2h da madrugada.

 

Testemunhas afirmam que o fogo começou durante show pirotécnico quando uma banda se apresentava. O material de isolamento acústico do prédio - feito de espuma - incendiou e a fumaça intoxicou as vítimas.



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados