Página Inicial







Brasil: Militante do MST assassinado
1 de Fevereiro de 2013

O trabalhador rural e militante do «Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra» (MST) Cícero Guedes foi assassinado por pistoleiros na passada sexta-feira, 25 de Janeiro, nas proximidades da Usina Cambahyba, no município de Campos dos Goytacazes (RJ).

 

Cícero foi baleado quando saía do assentamento de bicicleta. Nascido em Alagoas, ele foi cortador de cana e coordenava a ocupação do MST na usina, que é um complexo de sete fazendas que totaliza 3.500 hectares.

 

Esse latifúndio foi considerado improdutivo, segundo decisão do juiz federal Dario Ribeiro Machado Júnior, divulgada em junho. A área pertencia ao já falecido Heli Ribeiro Gomes, ex-vice governador do Rio, e agora é controlada por seus herdeiros.

 

Cícero Guedes era assentado desde 2002 no Sítio Brava Gente, no norte do Rio de Janeiro, no assentamento Zumbi dos Palmares, mas continuou a luta pela Reforma Agrária. Era uma referência na construção do conhecimento agroecológico tanto entre os companheiros de Movimento como também entre estudantes e professores da Universidade do Norte Fluminense.



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados