Página Inicial







Índia: Igreja promove o respeito pelas mulheres
29 de Janeiro de 2013

O cardeal arcebispo de Bombaim, Oswald Gracias, presidente da Catholic Bishops' Conference of India, proclamou e celebrou no domingo, 27 de Janeiro, um «Dia de solidariedade pela justiça, sensibilização e igualdade de género».

 

Uma ocasião para realçar, através de encontros, seminários e manifestações que é «a marginalização de Deus da vida humana» que leva os homens para «qualquer tipo de crueldade». Todas as paróquias realizaram também um específico encontro de oração. O cardeal Gracias espera que o Dia pela igualdade entre homem e mulher possa «anunciar uma transformação social», porque o «desprezo» contra as mulheres tem muitas faces – abortos selectivos, feticídios femininos, discriminação, violência doméstica e marginalização - e «provoca imensas feridas também nos homens e na sociedade».

 

Face ao aceso debate que há semanas foi crescendo em todo o país sobre a nova lei destinada a prevenir e punir o crime de estupro, a Igreja católica na Índia está convicta que o verdadeiro desafio é a educação.

 

De facto, está na agenda do executivo uma normativa nova e mais severa depois do clamoroso caso de uma jovem de 23 anos, violentada e espancada por um grupo de cinco rapazes em Nova Deli, a 16 de Dezembro passado, e que faleceu após duas semanas.

 

O episódio suscitou desconcerto a nível internacional, trazendo à tona a antiga questão da tutela da dignidade da mulher na Índia, tema que desde sempre preocupou os cristãos.

 

Com informações do «L'Osservatore Romano».



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados