Página Inicial







R. Centro-Africana: Relato missionário sobre o conflito
31 de Janeiro de 2013

Notícias de um missionário comboniano, natural do Brasil, em missão na República Centro-Africana, num contexto de guerra:

 

«Tudo tranquilo comigo, porém os rebeldes continuam com cabeça dura. Faz três dias que foram numa das nossas missões e exigiram que lhes entregassem o carro. Esperamos que Deus lhes toque o coração e eles o devolvam. Na verdade são duas de nossas missões que estão nas áreas tomadas pelos rebeldes, uma é a minha que também já foi roubada. Nas missões eles não usam de violência não. Mas com os civis, há bastante violência....há bastante mortos, sobretudo os funcionários públicos e aqueles que representam, de uma certa forma, o poder público: policiais, conselheiros (vereadores), prefeito, diversos representantes do estado. Morrem também muitas pessoas que recusam de entregar seus bens. Um acordo de paz foi assinado há 20 dias, mas ele não tem sido respeitado, e há lentidão no processo de composição do novo governo (que terá oito postos ocupados por rebeldes, inclusive o de primeiro ministro)... Eu continuo sem poder chegar à minha missão, portanto ainda estou na capital... esperamos melhoras e que os rebelde liberem as ruas para livre circulação de todos...

Um abraço amigo e saudações a todos os confrades.

 

P. Everaldo



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados