Página Inicial







Rep. Centro-Africana: A origem do conflito está no petróleo
4 de Janeiro de 2013

Bispo aponta a recente descoberta de petróleo em Birao, no nordeste da República Central-Africana, como a origem dos conflitos com o rebeldes Seleka.

 

Os Seleka (que significa «Aliança» na língua Sango) são maioritariamente dessa região, «o que os leva a querer participar nessa questão do petróleo e na sua exploração», referiu Monsenhor Juan José Aguirre, Bispo de Bangassou.

 

«O fracasso do Presidente François Bozizé em implementar o acordo de paz assinado pelo governo desde 2007 foi o estopim para as reivindicações rebeldes, que são de origem política e económica», acrescentou.

 

O bispo se diz preocupado com o envio de tropas da «Força Multinacional da África Central» e com a falta de comunicação entre os rebeldes e que estes se percam sem líderes, com fome e sem recursos, e se convertam em bandidos, como já ocorreu várias vezes no passado, gerando enormes problemas de segurança para a população civil.

 

O Escritório da ONU para Assistência Humanitária (Ocha) estima que 316 mil pessoas estejam a viver nas áreas afetadas, e que cerca de 700 mil estariam sob risco com uma escalada dos combates na capital Bangui.

 

Com informações de «Mundo Negro Digital».



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados