Página Inicial







Síria: O desafio de alimentar milhões de vítimas do conflito
9 de Janeiro de 2013

O «Programa Mundial da Alimentação» (PMA) anunciou que 2,5 milhões de pessoas precisam de ajuda alimentar na Síria. A agência reporta um aumento das necessidades humanitárias, especialmente de alimentos básicos.

 

Num comunicado emitido na terça-feira, 8 de Janeiro, em Genebra, o PMA refere que, até meados deste ano, deve precisar de US$ 136 milhões para realizar o plano de distribuição e beneficiar 1,5 milhão de sírios.

 

O PMA refere que a maioria dos beneficiários está nos vizinhos Iraque, Jordânia, Líbano, Turquia e Egipto, onde decorrem atividades da agência.

 

Dentro do país, a falta de parceiros e diversos «desafios das áreas mais afetadas condicionam o aumento da assistência», defendo o PMA. As Nações Unidas estimam que 60 mil pessoas morreram na Síria, desde o início dos confrontos, em Março de 2011.

 

A ONU defende que o número de pessoas que necessitam de ajuda humanitária no interior do país quadruplicou nos últimos nove meses de 2012, totalizando quatro milhões.

 

A organização indica que, nos últimos meses, é observada a escalada no conflito, desencadeado pelos protestos contra o presidente al-Assad.



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados