Página Inicial







RD Congo: Missionário espancado por militares
4 de Janeiro de 2013

Um missionário comboniano, padre Francesco Laudani, foi preso e espancado por soldados do exército congolês por tentar defender os pigmeus.

 

De acordo com informações da Conferência Episcopal Congolesa, a violência aconteceu na quarta-feira, 2 de Janeiro, no território de Watsa, onde o missionário foi detido arbitrariamente após ter pedido explicações sobre a detenção de alguns pigmeus. Antes de ser liberado e após pagar uma fiança de 200 dólares, o padre ainda foi espancado pelos militares.

 

Os bispos queixam-se de que o território de Watsa vive na incerteza, devido à violência cometida pelas «Forças Armadas da República Democrática do Congo» (FARDC).

 

O padre Francesco trabalha há anos para os pigmeus, uma população muitas vezes vítima de assédio e preconceito.



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados