Página Inicial







Quénia: Dez mortes em novos confrontos tribais
10 de Janeiro de 2013

Pelo menos dez pessoas morreram nesta quinta-feira, 10 de Janeiro, e várias outras ficaram feridas durante um ataque de represálias contra uma aldeia na região do delta do rio Tana, no sudeste do Quénia, segundo a Cruz-Vermelha.

 

«Houve dez mortos e dois feridos em estado grave, com ferimentos à bala, cortes à facadas e queimaduras», declarou Caleb Kilunde, um responsável da Cruz-Vermelha nesta zona, onde uma série de ataques e de represálias entre as tribos rivais Orma e Pokomo causaram cerca de 150 mortes desde Agosto último.

 

Na madrugada de quarta-feira, nove pessoas, incluindo dois assaltantes, morreram no ataque contra uma aldeia habitada por elementos da tribo Orma, uma comunidade composta maioritariamente por pastores. Hoje, uma aldeia de Kibusu, habitada por Pokomo, essencialmente agricultores, foi igualmente atacada na madrugada.

 

As rivalidades são ancestrais e por vezes sangrentas geralmente ocorridas nos pastos ou em pontos de água entre Orma e Pokomo, residentes nos arredores do delta do rio Tana.

 

Mas certos observadores e habitantes da região consideram que as violências em curso desde o verão, inéditas pela sua dimensão e intensidade, não têm nada a ver com os antigos diferendos.



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados