Página Inicial







Mundo: Recursos naturais na origem de 4 entre 10 conflitos
7 de Novembro de 2012

Segundo o «Programa da ONU para o Meio Ambiente» (Pnuma) pelo menos 40 por cento de todos os conflitos internos dos últimos 60 anos estiveram ligados à exploração de madeira, diamantes, ouro, petróleo, gás ou a recursos escassos, como terra fértil e água.

 

As Nações Unidas assinalaram na terça-feira, 6 de Novembro, o «Dia Internacional para Prevenção da Exploração do Meio Ambiente em Guerras e Conflitos Armados».

 

Em mensagem sobre a data, o Secretário-Geral afirmou ser preciso «reconhecer a paz e a segurança como dimensões críticas para o desenvolvimento sustentável».

 

Ban Ki-moon destacou que, desde 1990, houve exploração de recursos naturais em pelo menos 18 conflitos violentos.

 

O Secretário-Geral lembrou ainda que «não pode haver paz se há destruição de recursos que são a fonte de renda da população».

 

Ban citou o Afeganistão, onde uma recente descoberta de minerais levantou o receio de que um novo conflito civil aconteça. Já sobre a República Democrática do Congo, ele destacou que reservas de estanho, tântalo e ouro são usadas para financiar grupos armados.

 

Ban Ki-moon apelou para que seja feito mais para prevenir disputas sobre recursos naturais e aumentar seus benefícios em prol da manutenção da paz.



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados