Página Inicial







Mundo: Agir contra a corrupção
6 de Dezembro de 2012

Celebra-se no domingo, 9 de Dezembro, o «Dia Internacional de Combate a Corrupção», que este ano convoca para a ação contra esse flagelo.

 

Na quarta-feira, 5 de Dezembro, foi divulgado o índice global de percepção da corrupção no setor público que qualifica os 176 países.

 

A lista é liderada pela Dinamarca, que tem a menor percepção de corrupção do mundo, seguida de Finlândia e Suécia. A Somália é o país com a mais alta percepção de corrupção, segundo documento elaborado pela «Transparência Internacional» (TI).

 

Portugal aparece no 33º lugar geral, mas numa análise aos países da União Europeia (UE), surge em 15º lugar, tendo abaixo apenas alguns países de leste, Grécia, Itália e Malta. Uma «posição dramática», considera Paulo Morais, vice-presidente da associação cívica «Transparência e Integridade» (TIAC)

 

O Brasil surge no 69º lugar, mas a organização vê a situação do país com viés positivo. «A corrupção é algo que sempre houve, não surgiu agora. É um problema endémico, mas tem havido uma ligeira melhora ao longo dos últimos dez anos. Se o país continuar no caminho atual, com mudanças na lei e castigos aos corruptos, acredito que vai haver uma melhora, refletida no ranking a partir do próximo ano», afirmou Alejandro Salas, diretor da TI para as Américas.



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados