Página Inicial







Chade: Governo autoriza retorno de bispo expulso
28 de Dezembro de 2012

Bispo da diocese de Doba, no sul do Chade, poderá retornar ao país após sua expulsão no dia 12 de Outubro de 2012.

 

Na ocasião, as autoridades chadianas acusaram Dom Michele Russo de «levar a cabo atividades incompatíveis com a sua posição», fazendo referência a homilia pronunciada pelo sacerdote a 30 de Setembro, onde teria «chamado o povo a se revoltar contra o governo».

 

No entanto, o discurso de Dom Russo se limitou criticar o governo pelo modo como este está a gerir os benefícios da exploração do petróleo na região.

 

A expulsão foi tomada com surpresa, mas a Conferência Episcopal Chadiana pediu que a decisão fosse aceita «com fé e calma» para evitar tensões e distúrbios.

 

A decisão do governo em autorizar o retorno foi recebida com alegria.

 

Dom Michele Russo é um missionário comboniano de 67 anos, que vive há 36 anos no Chade, 23 como bispo de Doba.

 

Com informações de «Mundo Negro Digital».



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados