Página Inicial







Sudão do Sul: Pelo fim da pena de morte
10 de Julho de 2013

Por ocasião do segundo aniversário de independência do Sudão do Sul (proclamada em 9 de julho de 2011), uma série de grupos da sociedade civil lançaram um apelo pela abolição da pena de morte no país e a comutar todas sentenças de morte em outras formas de punição.

 

O apelo, dirigido ao Presidente Salva Kiir, também foi assinado pelos Missionários Combonianos. Os signatários manifestam ainda a sua preocupação com o destino de 11 homens condenados à morte por enforcamento em Wau, no Estado de Bahr el Ghazal, acusados de matarem seis agricultores em Dezembro de 2012.

 

Os signatários da petição também pedem aos governadores dos Estados de Lagos, Warrap, e Unity para resolverem o problema de roubos de gado, sem recorrer à aplicação da pena de morte ou pedi-la quando o acusado se recusa a pagar "a preço de sangue". A Igreja Católica, para comemorar o aniversário da independência nacional, realizou uma oração nacional de reconciliação e penitência, na capital, Juba.



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados