Página Inicial







Cabo Verde: Crianças marcham contra maus-tratos
5 de Junho de 2013

Várias centenas de crianças e adolescentes participaram ontem, 4 de Junho, numa marcha, na Cidade da Praia, para protestar contra os casos de agressão, maus-tratos e violação sexual que vêm acontecendo em Cabo Verde.

 

A marcha, que coincidiu com o «Dia Internacional da Criança Inocente Vítima de Agressão», teve lugar numa altura em que surgem rumores sobre a existência, em alguns bairros da capital, de casas de exploração sexual de menores entre os 12 e os 14 anos de idade.

 

De janeiro a abril deste ano, o Instituto Cabo-verdiano da Criança e Adolescente (ICCA) recebeu, 518 denúncias sobre agressão contra crianças. No ano passado, o número de denúncias feitas à instituição que zela pelo bem-estar da camada infanto-juvenil em Cabo Verde, através de um número telefónico próprio para o efeito, foi de 1.400.

 

«Precisamos mostrar que o abuso e a exploração de crianças e adolescentes é, infelizmente, mais comum do que imaginamos. É importante alertar que o abusador geralmente não é uma pessoa distante. Na maioria das vezes, é alguém próximo ou da própria família», salientou Marilena Baessa, do ICCA.



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados