Página Inicial







R. Centro-Africana: O importante é ficar perto dos pobres
7 de Junho de 2013

«O importante é ficar aqui, permanecer junto dos pobres para evangelizar», disse o Bispo da devastada Diocese de Bangassou, na República Centro-Africana.

 

Dom Juan José Aguirre Muños, missionário comboniano, declarou a «Agência Fides» que todas as viaturas à disposição da diocese e dos missionários foram roubadas pelos rebeldes Seleka e que o costume agora é «caminhar».

 

«Eles roubaram tudo: 28 carros, 3 motos, todos os remédios da farmácia, foram saqueados a pediatria, a casa das Irmãs Franciscanas, a dos Padres do Espírito Santo.... a lista é longa», disse Dom Aguirre Muños.

 

Mas o bispo reafirma: «Não estamos a fazer drama porque não é a primeira vez que isso nos acontece».

 

«O importante é ficar aqui, permanecer junto dos pobres para evangelizar. Nós não fomos os primeiros a experimentar momentos de violência e dor tão grande, nem seremos os últimos», concluiu.

 

A República Centro-Africana ainda está no caos, porque, como disse o Bispo, «os rebeldes Seleka após tomarem o poder ainda não foram capazes de colocar em funcionamento a máquina administrativa. A maioria dos funcionários, na verdade, ainda estão escondidos por medo de represálias e não há dinheiro para pagá-los».



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados