Página Inicial







África: Dia de oração pela paz e justiça social
18 de Julho de 2013

Frente à grave situação política que paralisa a população da República Centro-Africana (RCA) desde 24 de março, a Ordem do Carmelo de Bangui organizou uma verdadeira «cruzada de oração» – pela qual cada família é convidada a recitar o rosário. Os fiéis já se encontram há meses em frente à gruta da Nossa Senhora.

 

«Nessas semanas tivemos a experiência do quanto a população nos ama, não nos traiu nem indicou os rebeldes ou os ladrões. Na verdade, desde então, nossa capela está sempre mais cheia de pessoas que vêm rezar conosco», disse o Padre Davide Sollami, das Missões Carmelitas Lígures. Com a finalidade de sustentar esta iniciativa, a Procuradoria Missões de Arenzano propôs um dia de oração para o domingo, dia 21 de julho, que será compartilhado publicamente com todos os fiéis.

 

A intenção é celebrar a Eucaristia em comunhão com a Missão Carmelita da Ligúria, pedindo a Deus a dádiva da paz na RCA. Missionários, irmãs e voluntários leigos empenham-se pela população inocente que sofre as ações dos rebeldes “Séléka” em meio a tanta desordem, furtos e violência.

 

Os carmelitas também sugerem uma intenção particular para a oração dos fiéis: “orar pela Igreja Católica Centro-Africana, que está sofrendo pelas profanações aos locais de culto, furtos e depredações nas paróquias, nas missões, nas escolas e centros sanitários, e que responde à violência com as ‘armas’ do amor, da oração, da solidariedade, testemunhando a força do Evangelho pelo verdadeiro progresso do povo”.



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados