Página Inicial







Nigéria: Homens armados atacaram aldeias e mataram 37
28 de Novembro de 2013

Homens armados mataram 37 pessoas na Nigéria, numa região onde regularmente ocorrem confrontos entre pastores muçulmanos e agricultores cristãos, informou o exército nigeriano.

 

De acordo com os militares, desconhecidos armados atacaram quatro aldeias do Estado do Plateau. 13 pessoas foram mortas na aldeia de Katu Kapang, 8 em Daron, 9 em Tul e 7 em Rawuru.

 

O Estado de Plateau situa-se na «linha de fronteira» entre o sul da Nigéria predominantemente cristão e o norte de maioria muçulmana, mas desconhece-se os autores deste ataque.

 

Os criadores de gado da etnia fulani-hausa, sobretudo muçulmanos, são acusados de dezenas de ataques contra os agricultores do grupo dos bérom, na maioria cristãos.

 

Os líderes fulani afirmam que os políticos bérom têm reduzido sistematicamente os direitos de acesso às terras de pastagem.

 

Os rebeldes do grupo Boko Haram, que pretende criar um estado islâmico no norte da Nigéria, também já lançaram ataques no Estado do Plateau, mas nada indica estarem envolvidos neste último incidente.



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados