Página Inicial







Sudão do Sul: Movimento de grupos armados gera preocupação
31 de Dezembro de 2013

A Missão da ONU no Sudão do Sul, Unmiss, disse estar extremamente preocupada com o número de jovens armados a avançar para Bor, a capital do estado sul-sudanês de Jonglei.

 

O Conselho de Segurança realizou na segunda-feira, 30 de Dezembro, uma reunião de emergência para discutir a crise no Sudão do Sul.

 

O presidente do Conselho, o embaixador francês, Gérard Araud, alertou que a situação no país é "terrível". Ele afirmou que ainda há muitos confrontos em várias regiões, principalmente perto da cidade de Bor, no estado de Jonglei.

 

Agências noticiosas apontam para mais de 1.000 mortos devido a disputas entre as forças leais ao presidente Salva Kiir e ao seu ex-vice, Riek Machar. Os combates passaram a envolver as suas comunidades Dinka e Nuer.

 

O Escritório da ONU para Assistência Humanitária estima que 180 mil pessoas já foram deslocadas desde o início da onda de combates a 15 de Dezembro.



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados