Página Inicial







Rep. Centro-Africana: UE e ONU buscam resposta para tragédia humanitária
31 de Dezembro de 2013

A União europeia (UE), as Nações Unidas (ONU) e os principais doadores, entre os quais a França, vão procurar, a 20 de Janeiro em Bruxelas, dar resposta à “tragédia humanitária” na República Centro-Africana (RCA), anunciou ontem, 30 de Dezembro, a Comissão europeia.

 

Os participantes – ministros dos principais países europeus doadores, dirigentes da União africana e representantes da Cruz Vermelha bem como das grandes ONG de ajuda – devem “avaliar os desafios humanitários na RCA e identificar as prioridades para um engajamento eficaz”.

 

“No terreno, o imperativo continua a ser assegurar a segurança dos civis e criar um ambiente seguro para prestar ajudas”, sublinhou a comissária europeia para apoio humanitário, Kristalina Georgieva. “Se necessária, a presença internacional de segurança deve ser aumentada”, acrescentou.

 

A crise na RCA já forçou mais de um quarto dos 4,6 milhões de habitantes a fugir das suas casas dos quais mais de 370.000 pessoas deslocadas apenas na capital Bangui.

 

À pedido da França, a UE deve também decidir em Janeiro o eventual lançamento de uma missão europeia na RCA para apoiar a intervenção francesa.

 

Uma decisão poderá ser tomada por ocasião da reunião de ministros europeus dos Negócios estrangeiros prevista igualmente para 20 de Janeiro em Bruxelas.

 

Desde o início das violências na RCA, a UE desbloqueou 50 milhões de euros para a missão africana de manutenção da paz nesse país, e 60 milhões sob forma de ajuda humanitária.



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados