Página Inicial







Vaticano: Papa pede que meios de comunicação sirvam para difundir a beleza da fé
25 de Setembro de 2013

No sábado, 21 de Setembro, ao receber os oitenta participantes na Assembleia Plenária do Conselho Pontifício para as Comunicações Sociais, o Papa Francisco exortou a que os meios de comunicação sirvam para difundir “a beleza da fé".

 

Trata-se, disse o Santo Padre, de "um desafio", o "descobrir, também através dos meios de comunicação social, além do encontro pessoal, a beleza de tudo o que constitui o fundamento do nosso caminho e da nossa vida, a beleza da fé, a beleza do encontro com Cristo".

 

"Também no contexto da comunicação é preciso que a Igreja consiga levar calor, inflamar os corações".

 

Francisco destacou "a importância da comunicação para a Igreja", recordando o "50º aniversário da aprovação do Decreto conciliar Inter mirifica", sobre os meios de comunicação social.

 

"Não se trata apenas de uma comemoração; esse documento expressa o interesse da Igreja pela comunicação e por seus instrumentos, importantes também em uma dimensão evangelizadora".

 

O Papa indicou que "o panorama das comunicações se converteu pouco a pouco, para muitos, em um ‘ambiente vital’, uma rede onde as pessoas se comunicam, ampliam o horizonte dos seus contatos e das suas relações. Sublinho, sobretudo, estes aspectos positivos, apesar de todos estarmos cientes dos limites e fatores nocivos que também existem".

 

O Santo Padre advertiu que "temos que perguntar-nos: Qual é o papel que a Igreja deve desempenhar com os seus meios operativos e comunicativos? Em qualquer situação, independentemente da tecnologia, acho que o objetivo tem que ser conseguir inserir-se no diálogo com os homens e mulheres de hoje, saber-se inserir no diálogo com os homens e as mulheres de hoje, para compreender suas expectativas, suas dúvidas, suas esperanças".

 

O Papa assinalou que "é importante, por isso, saber dialogar, entrando também, com discernimento, nos ambientes criados pelas novas tecnologias, nas redes sociais, para fazer visível uma presença que escuta, dialoga, anima".



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados