Página Inicial







R. Centro-Africana: Bipos alerta para «situação explosiva»
2 de Outubro de 2013

«É uma situação explosiva, que pode provocar uma tragédia», alerta Dom Juan José Aguirre Muños, Bispo de Bangassou, em uma entrevista concedida à Agência Fides.

 

Alguns rebeldes do Exército de Resistência do Senhor (ERS), grupo armado de origem ugandesa que semeia terror em uma ampla área entre o Sudão do Sul, o nordeste da República Democrática do Congo e a República Centro-Africana, começaram a depor as armas.

 

«São cerca de sessenta homens, com suas mulheres e filhos», diz Dom José Aguirre Muños, missionário comboaniano. «Os rebeldes do ERS se dividiram-se em muitos grupos, e um destes decidiu depor as armas», diz o Bispo.

 

«Este grupo se reuniu em uma área a cerca de trinta km da cidade de N’Zako. Criou-se uma emergência humanitária porque os ex-guerrilheiros e suas famílias precisam de tudo. Duas organizações não-governamentais enviaram seus representantes para levar ajuda a estas pessoas, mas os militares da Seleka que estavam em N’Zako os prenderam com a acusação de não possuírem a autorização para estarem naquela área», acrescentou.



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados