Página Inicial







Moçambique: País prepara-se para as eleições autárquicas
11 de Novembro de 2013

O povo moçambicano, pela quarta vez na história do país, está a preparar-se para ir votar nas eleições autárquicas que terão lugar a 20 de Novembro próximo. Entretanto, também já foram marcadas para 15 de Outubro de 2014 as eleições gerais, em que serão eleitos novos Presidente da República e Parlamento.

 

A Renamo, partido da oposição, decidiu boicotar as eleições. A situação social e política do país é tensa. Tendo em conta o momento difícil por que atravessa Moçambique, o superior provincial dos combonianos, P. José Luis Rodríguez López, escreveu aos seus confrades para encorajá-los e, ao mesmo tempo, convidá-los para investirem “na educação e formação dos jovens e líderes das comunidades, na educação religiosa e política, e na educação dos valores cívicos”.

 

Caríssimos confrades

“O espírito de pobreza e de caridade são a glória e o testemunho da Igreja de Cristo” (Gaudium et spes, n. 88)

 

Perante as diversas situações de incerteza e confusão que imperam no país, quero encorajar-vos com estas palavras da Constituição pastoral do Concílio Vaticano II. Neste documento, encontramos muitos apelos que nos ajudam a ser verdadeiras testemunhas de Cristo no mundo em que vivemos.

Encontramo-nos em plena campanha política – uma campanha com muitas contrariedades – que está a ocultar a realidade dos ataques perpetrados por grupos armados na zona centro do País, criando agitação e instabilidade na população mais vulnerável: os pobres. Como missionários consagrados, devemos favorecer e estimular o respeito pela vida, abordando temas de consciencialização humana e política, para que estas eleições sejam democráticas e justas e favoreçam não os interesses pessoais dos políticos, mas os interesses da Nação, sobretudo dos mais desfavorecidos e esquecidos da população.

Seguindo de perto as várias informações que nos chegam, nota-se que o povo está cansado e à espera de ver mudanças que melhorem a sua situação de pobreza. De certo modo, parece que o País está a cair na ingovernabilidade. Por isso, não nos cansemos de investir na educação e formação dos jovens e líderes das comunidades, na educação religiosa e política, e na educação dos valores cívicos. Sem dúvida que todos desejamos a verdadeira paz. Por isso, procuremos trabalhar, activa e positivamente, para proteger e dar vida, com o nosso testemunho, ao povo que Deus nos confiou.

 

Aproveito também para vos informar que o escolástico José Alberto Intuela Sagras fará os votos perpétuos no dia 14 de Novembro, no Anchilo, durante o encontro de formação dos combonianos mais jovens que trabalham em Moçambique. Todos estão convidados para que, física ou espiritualmente, se unam a esta celebração. No dia 16 de Novembro, será ordenado diácono na paróquia de Carapira, da arquidiocese de Nampula. Nesta mesma celebração será ordenado um diácono diocesano. Que esta celebração seja um sinal de esperança e de vida nova para toda esta Igreja!

 

P. José Luis Rodríguez López



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados