Página Inicial







Sudão do Sul: Em busca da paz e da independência económica
10 de Julho de 2012

O primeiro aniversário de independência do Sudão do Sul, celebrado ontem, 9 de julho, ficou marcado por apelos de paz e o desejo de alcançar a independência económica.

 

O Arcebispo de Juba, Dom Paulino Lukudu Loro, e o Primaz Anglicano do Sudão, Reverendo Daniel Deng Bul, dirigiram uma mensagem conjunta aos cidadãos, onde salientam que a guerra não é «uma opção para resolver os conflitos» e convidam as partes em causa a um cessar-fogo.

 

As Igrejas de Juba e Cartum apontam para a necessidade de construir «duas nações democráticas e livres, em que pessoas de todas as religiões, etnias, culturas e línguas gozem dos mesmos direitos; dois países que vivam lado a lado na solidariedade e no respeito recíproco».

 

Já o presidente Salva Kiir referiu em discurso que após a libertação política, o Sudão do Sul deve buscar sua independência económica.

 

«Nós ainda dependemos dos outros», afirmou. «Hoje, nossa liberdade está incompleta. Temos de ser mais livres. Temos que ser economicamente independentes», acrescentou o líder da nação referindo-se claramente à disputa com Cartum que levou ao bloqueio das exportações de petróleo, a principal riqueza do Sudão do Sul.



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados