Página Inicial







Quénia: Atentado contra cristãos faz 17 mortos
2 de Julho de 2012

Homens armados abriram fogo e lançaram granadas em duas igrejas da cidade de Garissa (leste do Quénia, próximo à Somália), no momento em que os fiéis estavam reunidos para a missa de domingo, 1 de julho. Além dos 17 mortos, pelo menos 40 pessoas ficaram feridas e foram hospitalizadas, dez delas em estado grave.

 

O Vaticano divulgou nota a condenar o «facto horrível e muito preocupante» e de uma «covardia inclassificável».

 

«Os atentados sangrentos no Quénia, na cidade de Garissa, contra duas igrejas cristãs, entre elas a Catedral católica, durante a oração dominical, são um facto horrível e muito preocupante», declarou o Diretor da Sala de Imprensa, Padre Federico Lombardi.

 

«A covardia da violência cometida contra pessoas inocentes reunidas pacificamente em oração é inclassificável», acrescentou.

 

O padre Lombardi manifestou sua solidariedade às vítimas e aproveitou para reafirmar e defender com convicção a liberdade religiosa dos cristãos: «Precisamos nos opor aos atos irresponsáveis que alimentam o ódio entre as diversas religiões e agir eficazmente em favor de uma solução duradoura para os problemas dramáticos da Somália, que têm reflexo na região dos ataques».



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados