Página Inicial







Sudão do Sul: País mais jovem do mundo completa um ano
9 de Julho de 2012

O Sudão do Sul celebra nesta segunda-feira, 9 de julho, o primeiro aniversário de sua independência, quanto se torno o 54º Estado Africano.

 

Por esta ocasião, o Arcebispo de Juba, Dom Paulino Lukudu Loro, e o Primaz Anglicano do Sudão, Reverendo Daniel Deng Bul, dirigiram uma mensagem conjunta aos cidadãos. No texto, salientam os progressos realizados por esta jovem nação, como a construção de estradas, a ampliação da rede de telecomunicações e o nascimento de um orgulho e uma identidade nacionais.

 

Ao mesmo tempo, porém, não faltam problemas, como a corrupção, os conflitos étnicos, a carência de serviços básicos e a deterioração das relações entre os governos de Juba e de Cartum (Sudão).

 

A guerra não é «uma opção para resolver os conflitos», escrevem os religiosos, convidando as partes em causa a um cessar-fogo. Além disso, referem que é urgente enfrentar a questão do aumento dos preços dos bens primários e do petróleo, «recurso doado por Deus e que deveria trazer benefícios para ambos os países».

 

Por fim, a mensagem expressa a esperança de que, no futuro, haja «duas nações democráticas e livres, em que pessoas de todas as religiões, etnias, culturas e línguas gozem dos mesmos direitos; duas nações em paz uma com a outra; dois países que vivem lado a lado na solidariedade e no respeito recíproco».



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados