Página Inicial







Colômbia: Semana pela Paz
11 de Setembro de 2012

A «Semana pela Paz» na Colômbia teve início no domingo, 9 de Setembro, juntamente com as comemorações do «Dia Nacional dos Direitos Humanos», celebrado com diversos actos simbólicos e marchas em algumas cidades do país, impulsionados pela Igreja Católica e por organizações não-governamentais.

 

Em Bogotá, na Praça de Bolívar, houve a participação de jovens, que divulgaram uma mensagem pela paz. Já nas ruas de Cartagena, podiam-se ouvir lemas como «não queremos mais violência, queremos a paz».

 

Na Colômbia, esta data foi escolhida com a Lei 95 de 1985, em homenagem a São Pedro Claver e aos jesuítas que lideraram a campanha pelos direitos dos escravos na cidade de Cartagena no século XVII.

 

Um recente comunicado da chamada Caravana Internacional, que reúne 40 juristas do mundo, denunciou que a situação dos defensores dos Direitos Humanos na Colômbia se deteriorou a partir de 2010 e que o governo de Santos não demonstra vontade para permitir o acesso à Justiça.

 

No primeiro semestre de 2012, um total de 29 defensores dos Direitos Humanos foram assassinados na Colômbia, segundo um relatório do «Programa Somos Defensores», que atribui esta situação a um recrudescimento do conflito e à resistência exercida por algumas comunidades, como a indígena.

 

Também no domingo, Bento XVI recordou o anúncio de um «importante diálogo» entre o governo colombiano e as FARC (Forças Armadas Revolucionarias de Colômbia), «para tentar pôr fim ao conflito que, há décadas atinge o país».

 

«Espero que aqueles que tomem parte na iniciativa se deixem guiar pela vontade do perdão e reconciliação, na sincera busca do bem comum», afirmou o Papa.



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados