Página Inicial







Líbano: Viagem do Papa foi bem-sucedida
17 de Setembro de 2012

Bento XVI está «muito grato e feliz» pela maneira como foi acolhido no Líbano. «A viagem aconteceu de forma magnífica e o Papa cumpriu sua função para o Líbano, para a harmonia do país, para a convivência e para a paz», refere o Vaticano.

 

Ao longo de três dias, o Papa se reuniu com líderes políticos e religiosos, discursou para jovens e se encontrou com representantes diplomáticos. Em todos os discursos, Bento XVI falou sobre paz, liberdade religiosa e confrontos em países árabes, como na Síria.

 

Dirigindo-se aos jovens libaneses e também a jovens muçulmanos e provenientes da Síria, Bento XVI tornou evidente a sua preocupação a afirmar que «o Papa está triste por causa dos vossos sofrimentos e lutos» e que «não esquece a Síria nem as populações do Médio Oriente que sofrem».

 

No encontro com os políticos e autoridades religiosas libanesas, Bento XVI propôs pensamentos de paz, palavras de paz e gestos de paz, contra ideologias e distorções que desrespeitam a dignidade do homem e criam fundamentalismos.

 

Durante a visita, Bento XVI também deixou fortes indicadores de esperança e encorajamento, com sucessivos apelos ao respeito recíproco e ao diálogo contínuo. Porque «o Médio Oriente tem de perceber que os muçulmanos e os cristãos, o islão e o cristianismo, podem viver juntos, sem ódio e no respeito pelas crenças de cada um», do qual o Líbano é um exemplo.



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados