Página Inicial







Vaticano: Mensagem do Papa aos leigos reunidos em África
7 de Setembro de 2012

«Corajosos agentes de paz e anunciadores da autêntica esperança», assim Bento XVI define os fiéis leigos «embaixadores» da Boa Nova em África. O Papa enviou uma mensagem ao Presidente do «Pontifício Conselho para os Leigos», Card. Stanislaw Rylko, por ocasião do «2º Congresso pan-africano dos Leigos Católicos», que se realiza em Yaondé, nos Camarões, de 4 a 9 de Setembro.

 

No documento, o Santo Padre faz o seguinte apelo: «"Jamais deixem que a mentalidade relativista e niilista que atinge várias partes do nosso mundo abra uma brecha em sua realidade! Acolham e difundam com força renovada a mensagem de alegria e de esperança que Cristo traz. Mensagem capaz de purificar e reforçar os grandes valores das vossas culturas».

 

Bento XVI fala de África como o «continente da esperança», apesar das dificuldades que enfrenta, como é o caso do «terrorismo fundamentalista».

 

Ainda de acordo com o Papa, os «valores tradicionais» mais queridos pela cultura africana estão «ameaçados pela secularização» e aponta problemas como o tribalismo, a violência, a corrupção, a exploração, a miséria e a fome.

 

A mensagem papal alude, por outro lado, à «grande riqueza de recursos espirituais» dos africanos, como o «amor pela vida e a família, o sentido de alegria e de partilha».

 

Por fim, Bento XVI recorda os dois eventos eclesiais de relevo universal prestes a se realizarem: o Sínodo dos Bispos sobre a nova evangelização e o Ano da Fé, e reitera que «a missão brota da fé, dom de Deus a acolher, nutrir e aprofundar... o acolhimento deste dom divino está em sintonia com o ímpeto para o anúncio do Evangelho, numa espécie de 'círculo virtuoso', onde a fé move o anúncio e o anúncio reforça a fé».



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados