Página Inicial







Portugal: Bispos condenam «chacina» na Nigéria
11 de Julho de 2012

A «Conferência Episcopal Portuguesa» (CEP) manifestou na terça-feira, 10 de julho, a sua solidariedade para com os cristãos na Nigéria e condenou a «chacina» contra minorias étnicas e religiosas no país africano.

 

«Todos temos de apoiar os que são vítimas destas perseguições e a Igreja em Portugal está do lado daqueles que são injustamente perseguidos», disse o porta-voz do episcopado, padre Manuel Morujão, em Fátima, após a reunião do Conselho Permanente da CEP.

 

Segundo este responsável, 3.000 cristãos foram mortos nos últimos três anos, na Nigéria, vítimas de um fundamentalismo que classificou como «excrescência das religiões».

 

«Vivemos numa aldeia global e o apoio internacional é fundamental para que se restabeleça a ordem e a justiça» no país africano, acrescentou o secretário da CEP.

 

Os bispos católicos vão oferecer o seu apoio através dos «contactos internacionais», procurando levar a opinião da Igreja às instâncias com poder de decisão.

 

Com informações da «Agência Ecclesia».



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados