Página Inicial







Sudão: Paz depende de acerto de contas no petróleo
19 de Julho de 2012

De acordo com as notícias publicadas na imprensa sudanesa, a síntese da conversa entre Al-Bashir e Salva Kiir no último sábado, 14 de julho, diz que há necessidade de um rápido acordo por imperativos económicos de ambos estados em situação bastante debilitada em termos financeiros.

 

Na perspectiva do «Sudan Tribune», Salva Kiir ofereceu-se a mediar com os rebeldes ativos no Cordofão do Sul, Nilo Azul e Darfur para que nestes estados sudaneses fronteiriços com o Sudão do Sul cessem os conflitos armados.

 

Kiir também se disponibilizou a garantir parte das ajudas internacionais indispensáveis a Cartum para limitar a crise económica de modo a atenuar os protestos contra o regime de Al-Bashir.

 

O presidende do Sudão do Sul ainda terá pedido a Bashir que permita um acordo provisório para a passagem do petróleo sul-sudanês pelos oleodutos do Sudão ao preço taxado pelos valores «aplicados internacionalmente».

 

Tanto o Sudão como o Sudão do Sul dependem das exportações de petróleo, a maior parte do qual se encontra na região meridional. Em janeiro deste ano o governo de Juba bloqueou as exportações por não estar disposto a pagar as tarifas de trânsito exigidas pelo governo do Sudão.

 

Até ao presente os oleodutos do Sudão constituem o único caminho pelo qual o petróleo do Sul possa ser escoado até aos mercados internacionais. 



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados