Página Inicial







Vaticano: A evangelização como tarefa prioritária dos Bispos
21 de Setembro de 2012

Bento XVI recebeu na quinta-feira, 20 de Setembro, cerca de 120 participantes do encontro promovido pela «Congregação para os Bispos» para os prelados de recente nomeação.

 

«Um encontro que este ano assume um relevo especial, porque se realiza na vigília do Ano da Fé, dos 50 anos da abertura do Concílio Vaticano II e da 30ª Assembleia Geral do Sínodo dos Bispos sobre o tema da Nova Evangelização», assinalou o Papa.

 

Para o Pontífice, a preocupação prioritária dos Bispos deve ser promover e apoiar um empenho eclesial mais convicto a favor da nova evangelização. «A evangelização não é obra de alguns especialistas - recordou o Papa - mas de todo o povo de Deus, sob a guia dos Pastores. Todo fiel, na e com a comunidade eclesial, deve sentir-se responsável pelo anúncio e pelo testemunho do Evangelho», disse.

 

«Eu os encorajo a trabalhar para que a todos sejam apresentados os conteúdos essenciais da fé, para responder inclusive aos interrogativos que o nosso mundo tecnológico e globalizado nos põe. A realidade em que vivemos exige que o cristão tenha uma sólida formação!», exortou o Papa.

 

De acordo com o Santo Padre, a fé requer testemunhas críveis. «Por isso, o Bispo deve oferecer o exemplo de uma vida vivida no abandono confiante em Deus. Não se pode estar a serviço dos homens sem antes ser servos de Deus.»

 

Bento XVI pediu ainda que os Bispos estejam próximos aos sacerdotes, «os primeiros e preciosos colaboradores em levar Deus aos homens e os homens a Deus».

 

«Do mesmo modo, devem estar atentos aos pobres e aos que sofrem, particularmente próximos às famílias. E uma atenção especial aos seminaristas, para que recebam uma formação humana, espiritual, teológica e pastoral adequada», concluiu.



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados