Página Inicial







Nepal: Ecologista vence o «Prémio Wangari Maathai»
28 de Setembro de 2012

A «Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura» (FAO) atribuiu quinta-feira, 27 de Setembro, em Roma, a um ecologista nepalês, o primeiro «Prémio Wangari Maathai» para honrar a memória da primeira mulher ecologista laureada Prémio Nobel da Paz.

 

De acordo com o júri, o ativista Narayan Kaji Shrestha foi eleito vencedor por sua «contribuição na promoção da gestão florestal comunitária no Nepal durante várias décadas».

 

«O trabalho Narayan capta o espírito de Wangari Maathai. Sua visão, coragem, compromisso, inteligência e acção são reconhecidos por este prémio», disse o representante da FAO.

 

Como parte do prémio, Narayan Kaji receberá cerca de 15 mil euros.

 

O Prémio Wangari Maathai foi criado pela «Parceria de Colaboração sobre as Florestas» (CPF) para recompensar os esforços envidados a favor das florestas e honrar a memória de Wangari Maathai, pela sua contribuição para o desenvolvimento sustentável, a democracia e a paz.

 

A militante ecologista Wangari Muta Maathai, nascida no Quénia em abril de 1940 e falecida em setembro de 2011, foi a primeira mulher africana a receber o Prémio Nobel da Paz em 2004.



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados