Página Inicial







Brasil: Rascunho da Rio+20 aprovado com críticas
20 de Junho de 2012

O rascunho final do texto da Rio+20, a Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável, foi aprovado em plenário na terça-feira, 19 de junho, por delegados dos países participantes em meio a duras críticas de entidades de defesa do meio ambiente.

 

O documento, agora, será encaminhado à aprovação dos líderes mundiais.

 

O objetivo do texto é convencer a humanidade a seguir um caminho mais sustentável, reduzindo a pobreza e preservando o meio ambiente.

 

Fontes ligadas ao tema, entretanto, afirmaram que as discussões fomentaram uma polémica em torno de uma série de pontos.

 

O documento, por exemplo, pede «uma ação urgente» contra a produção e o consumo insustentável, mas não dá detalhes nem estabelece um cronograma de como essa meta poderá ser atingida.

 

Por outro lado, o texto reafirma os compromissos que os países fizeram para encerrar os subsídios aos combustíveis fósseis «danosos e ineficientes».

 

Entidades ligadas à defesa do meio ambiente afirmaram que o rascunho final carece de «conteúdo significativo».

 

Mais de cem chefes de estado e governo são esperados no Rio de Janeiro esta quarta-feira para a aprovação do texto.

 

Entre os líderes, estará presente o recém-eleito presidente da França, François Hollande.

 

O primeiro-ministro inglês, David Cameron, e a chanceler alemã, Angela Merkel, não virão e serão substituídos por seus ministros.

 

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, também não confirmou presença, ainda que especulações sobre sua eventual vinda tenham surgido recentemente.



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados